Text_2

Igarapé-Açu já conta com emissão de carteiras de identidade

A população de Igarapé-Açu já conta com a emissão de carteiras de identidade. A novidade foi anunciada nesta terça-feira (30) pelo titular da delegacia do município, Augusto Damasceno. Para a implantação do serviço, fruto de um convênio entre a corporação e a prefeitura local, foi ofertado um treinamento a servidores públicos municipais que atuarão como identificadores civis. A emissão é feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na própria sede da delegacia, com entrega no mesmo dia.

O serviço começou a funcionar nesta segunda-feira (29).  A previsão é que seja emitida, diariamente, uma média de 30 carteiras de identidade. O delegado Augusto Damasceno explica que a emissão e entrega imediata da carteira de identidade será possível graças à informatização do sistema implantado no município, que permite acesso on-line ao Sistema Nacional de Registro de Identificação Civil, fazendo com os que os dados sejam enviados diretamente do município via internet sem necessidade de encaminhar os prontuários para outro município ou para Belém.

Agora, a região nordeste do Pará conta com quatro municípios onde o documento é emitido e entregue na hora aos usuários: Castanhal, Capanema, Bragança e Igarapé-Açu. Segundo a diretora de Informática da Polícia Civil, delegada Perpétua Picanço, há a previsão de expandir o número de municípios com a utilização do sistema informatizado para outras cidades. “A medida visa atender não só o nordeste paraense como as demais regiões do estado”, detalha.

O Pará é o 10º estado que mais emite documentos de identificação no Brasil. Somente no ano passado foram expedidas cerca de 360 mil carteiras de identidade, o que representa uma média de 30 mil emissões do documento por mês. Este ano, a média de emissões mensais é de 50 mil carteiras.

Emissão – Para solicitar o documento de identidade, nos casos de primeira via da carteira, basta apresentar a certidão original de nascimento; duas fotos 3×4 em cores, recentes e iguais, além de um comprovante de endereço. Adolescentes com até 16 anos devem comparecer acompanhados dos responsáveis. Aos casados, é exigida a apresentação da certidão de casamento original, em vez da certidão de nascimento. Já os divorciados deverão apresentar a averbação de divórcio original.

As primeiras vias da carteira são gratuitas. A partir da segunda via, é cobrada taxa de emissão no valor de R$ 37,13, dispensável apenas nos casos de apresentação de boletim de ocorrência de furto ou roubo da primeira via do documento.

Por Walrimar Santos
Foto: Polícia Civil