Text_2

Peritos realizam exames em cocaína apreendida em Barcarena

Mais de 2 toneladas foram encontradas após denúncia anônima

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), representados pelos peritos criminais Eric Nascimento, Luciana Campos e o auxiliar técnico de perícias Alexandre Oliveira, do Laboratório de Toxicologia Forense do Instituto de Criminalistica (IC), participou nesta quarta-feira (13), do exame de constatação das duas toneladas de cocaína apreendida pela Polícia Militar (PM), na última terça-feira (12), no município de Barcarena.

Devido a quantidade, a perícia foi realizada na Delegacia Geral da Polícia Civil, em Belém, onde o entorpecente foi armazenado. Os peritos fizeram a coleta para inicialmente realizar o exame preliminar, que atestaram positivo para a substância química da cocaína distribuídos em 2.333 tabletes, equivalentes a exatos 2.621 quilos.   

As amostras do entorpecentes foram levadas ao laboratório do CPCRC, onde vão passar por exames mais detalhados e específicos, que serão mais definitivos para confirmar a pureza da droga apreendida. “Nosso laboratório possui estrutura que vai conflitar e possibilitar a autenticidade da droga”, disse Luciana Campos, perita criminal e gerente de toxicologia.

Além da confirmação, o trabalho pericial também vai produzir o laudo definitivo no prazo de 10 dias, que será encaminhado à Polícia Civil. “Esse é o prazo legal, mas acreditamos que esse resultado sai antes para ajudar nas investigações da Polícia”, concluiu Eric Nascimento, perito criminal e coordenador de Laboratório.