Text_2

Centro de Perícias Científicas tem frota de veículos renovada após cinco anos

Por Aline Saavedra (Segup)

Quarenta e dois novos veículos já estão sendo utilizados por servidores do Centro de Perícias Cientificas Reato Chaves após cinco anos que a frota não era renovada, garantindo assim, mais eficiência no serviço oferecido à população e mais proteção aos servidores públicos que atuam na remoção de corpos. A entrega simbólica ocorreu na manhã dessa quinta-feira (14), com a presença do secretário de segurança pública do Pará, Ualame Machado, do diretor do Centro de Perícias, Celso Mascarenhas e o representante da Polícia Civil, Delegado Marco Antônio Duarte, obedecendo todas as recomendações de segurança para a prevenção do novo coronavírus.

Ualame Machado, titular da Segup, ressalta que mesmo com a substituição da frota e o acréscimo de viaturas, o valor da locação firmado com a instituição será ainda menor em decorrência de contrato mais vantajoso. “Assim como todos os órgãos de segurança pública, também o CPC Renato Chaves está renovando a sua frota, aumentando a quantidade de veículos, reduzindo custos da locação e também atendendo todas as suas Unidades Regionais e Núcleos Avançados, além da Região Metropolitana de Belém, seja de remoção, veículo para local de crime para as perícias de modo geral que são realizadas de forma a proporcionar uma prestação de serviço melhor à sociedade e também qualidade de serviço aos servidores, com veículos adequados respeitando a necessidade de cada serviço”, afirma.

Os 42 novos veículos, entre vans de remoção e utilitários, irão atender todas as unidades regionais, localizadas nas cidades de Belém, onde está instalada a sede do Centro de Perícias, Altamira, Marabá, Castanhal e Santarém, além dos núcleos avançados do CPC presentes nos municípios de Bragança, Parauapebas, Abaetetuba, Paragominas, Tucuruí e Itaituba. Com a troca foi possibilitado, também, o acréscimo de equipe para a realização do trabalho na RMB.

Os novos veículos são automáticos, possuem capacidade para até quatro corpos, podendo expandir para seis e obedecem ao protocolo de segurança de distanciamento entre os profissionais e os cadáveres transportados. A nova frota favorece, ainda, a parceria com o Hospital Ophir Loyola, em relação ao banco de olhos, pois todos os veículos da Região Metropolitana são refrigerados, o que ajuda na conservação do órgão que poderá ser doado.

Perícia em locais de crimes, engenharia legal e veicular são alguns dos serviços que já atuam com os novos veículos. “O Centro de Perícia Científica Renato Chaves dá uma passo a frente no serviço de segurança pública, proporcionando veículos melhores, mais adaptados tanto para a sociedade, quanto para o nosso servidor. Nossos veículos de remoção da Região Metropolitana de Belém tem toda a área refrigerada, visando utilizar a captação de órgãos, a captação de córneas. Uma frota que não era substituída desde 2012. Agora, teremos um melhor prognóstico e mais celeridade para o atendimento das chamadas do Renato Chaves”, conclui o diretor do CPC, Celso Mascarenhas.