Text_2

Estado investe em unidades e equipamentos para ampliar serviços de perícia criminal

Fotos: Jader Paes/Ag. Pará

Readequação de unidades regionais e núcleos avançados do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), investimentos na aquisição de novos equipamentos estão entre as conquistas da categoria de peritos no âmbito do Governo do Pará. A importância do trabalho pericial foi destacada na solenidade ocorrida na tarde desta segunda-feira (7), alusiva ao Dia do Perito Criminal – 4 de Dezembro, com a presença do vice-governador do Pará, Lúcio Dutra Vale.

“Somos cientes da relevância do serviço da perícia criminal. Nosso governo não vai medir esforços para mais investimentos para o CPCRC”, afirmou o vice-governador. Para o diretor-geral do Centro de Perícias Científicas, Celso Mascarenhas, os investimentos do Governo na ampliação do CPCRC inclui a entrega de unidades regionais. “O Governo entregou duas novas unidades, de Altamira (na região oeste) e Marabá (no sudeste), e o Núcleo Avançado de Itaituba (sudoeste), que são importantes àquelas regiões, assim como aquisições de novos equipamentos”, ressaltou Celso Mascarenhas.

Ainda de acordo com o diretor-geral, os avanços na área da perícia criminal prosseguem com o início das obras de readequação da Unidade Regional de Castanhal e da sede do Instituto Médico Legal em Belém, e a aquisição de aparelhos. Também já estão sendo analisadas pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) as novas nomenclatura e identidade visual do órgão.

“Já começamos as obras de readequação da Unidade Regional do CPCRC de Castanhal, e vamos iniciar as obras do Instituto Médico Legal (IML), em Belém, que vão dar melhores condições de trabalho aos peritos. Além disso, vamos adquirir novos equipamentos, que vão fazer do nosso Centro um dos mais avançados do Brasil. E terminamos o curso de formação dos novos peritos criminais do último concurso público, que serão nomeados em breve”, acrescentou Celso Mascarenhas.

A importância do trabalho do perito criminal também foi reconhecida pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, que destacou a relevância dos laudos periciais em casos criminais. “Temos que investir na perícia porque é o uso da inteligência em prol da justiça. Casos de repercussão, como das mortes entre facções no Presídio de Altamira, mostram a importância do trabalho dos peritos criminais”, frisou o secretário.

Homenagens – Durante a solenidade, o diretor-geral do CPCRC e o vice-governador do Estado homenagearam peritos criminais que morreram de Covid-19 e também profissionais que atuaram, mesmo durante a pandemia, além de órgãos e personalidades externas que colaboram com o Centro de Perícias Científicas.

A solenidade contou ainda com as presenças do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior; do comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hayman Apolo; da primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, e outras autoridades.