Text_2

Servidores do CPC Renato Chaves são vacinados contra a Covid-19

Ao todo, 224 peritos criminais e auxiliares técnicos de perícia foram imunizados

Servidores do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), lotados na sede, em Belém, receberam a vacina contra a Covid-19, na manhã deste domingo (28), no Comando Geral da Polícia Militar (PM). A ação de saúde faz parte da segunda fase do programa de vacinação, do governo estadual, destinada aos agentes de segurança pública. A imunização, que faz do Pará o primeiro Estado do Brasil a vacinar este grupo, sobretudo os que estão na linha de frente no combate ao vírus, iniciou ainda no sábado (20).

Ao todo, 224 servidores do CPCRC, entre peritos criminais e auxiliares técnicos de perícia, foram vacinados, no fim de semana passado e neste, junto a outros profissionais da segurança pública inseridos no programa de vacinação do governo do Estado.

A ação, organizada por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública e Defesa Social (Segup), torna o Pará o primeiro Estado do Brasil a realizar a vacinação dos agentes de segurança pública, principalmente os que estão na linha de frente nesse contexto da pandemia do novo coronavírus. “Contamos com o apoio do governo do Estado, por meio da Segup, em benefício dos órgãos que não pararam, nem mesmo durante esse período”, disse o perito criminal Celso Mascarenhas, diretor-geral do CPCRC.

Para o perito criminal Edilson Teixeira, servidor do CPCRC há 31 anos, ser incluído no programa de vacinação do Estado é ter a garantia de prestar o serviço à sociedade de maneira mais segura contra o vírus. “Somos gratos ao Governo e à Segup por esse reconhecimento, já que trabalhamos em exposição e precisamos estar protegidos”, agradeceu.